14
09/11

A preguiça invade o ser pela manhã, e a primeira roupa que se vê torna-se a preferida. Aquela calça velha, confortável e querida e uma camiseta surrada que fica linda com perfume importado. Pronto, tá pronto pra se arrepender.

A vida acontece normalmente, até que você se depara com a sua calça predileta rasgada. O dia acabou. “Jesus, me busca”. Você quer fugir, mas ao mesmo tempo quer que o rombo suma. Como isso aconteceu? Pergunte a idade para a calça, pergunte.

FOI EMBORA E NEM DEU TCHAU

Sem pânico. É só um rasgo que TODO MUNDO VAI VER. Aja naturalmente.

Você bate o ponto 3 horas mais cedo no trabalho e corre pro shopping. O caminho torna-se duas vezes maior, assim como o buraco na sua linda calça velha predileta. Chegam os cavaleiros do apocalipse, mas o shopping não chega.

Correr. Pra qualquer loja. Foda-se a marca, é só uma calça jeans. Você prova mil e nenhuma fica boa. É uma punição divina por todas as barras de chocolate da sua vida, certeza. Escolhe-se a menos pior e corre pro caixa. É fim de mês, a função credito do seu cartão tem te abraçado todos os dias e, cartão recusado. “Ah, passa no debito”. Você chora.

O banheiro do shopping torna-se um vestiário e a calça fica horrível. Vai precisar de ajustes, e seu guarda-roupas também. Você também. Se comesse salada as calças durariam mais.


3 comentários



  • http://bamoretti.blogspot.om Ba Moretti

    Caramba, vivi essa cena (ou quase) tempo atrás. Mas no caso eu só acompanhei toda essa punição já que uma colega de trabalho que estava em apuros e fomos desesperados atrás de qualquer pedaço de jeans.

    • Bruno Érnica

      HAHAHAHAHAHAHA
      Coisas que eu vivo, e ainda bem que não diariamente, rs.

  • Jho

    Eu queria que minhas calças rasgassem, mas minha bunda anoréxica nunca permitirá.


© 2013 brunoernica.com                                                    Ilustração por Zé Mário.                                             Programação por Bárbara.